Rua: Antonio Clemente  n183- Jd. São Paulo- São Paulo/SP  11 2281-6266/ 2099-1074 11 95032-0480 astego@uol.com.br

Acúmulo de funções

Você sabia que o acúmulo de funções gera direito ao acréscimo salarial

Acúmulo de funções

O Tribunal Superior do Trabalho afirma que, contrato de trabalho é recíproco, dele resultando obrigações contrárias  e equivalentes a onerosidade, surge da equivalência das prestações dos contratantes.

Qualquer alteração na qualidade ou na quantidade exigida, desnatura aquela, ínsita a natureza e onera vinculo de emprego exigindo  reequilíbrio. No caso do acúmulo  de funções gera o pagamento de um plus salarial, desde que o trabalhador apresente provas de atividades incompatíveis com a função e padrão salarial mediante os tais atos lesivos.

Se porventura você, profissional de enfermagem, realiza também procedimentos de Imobilizações Ortopédicas, está realizando dupla função. Considerando-se atividades distintas você tem direito a dois pisos salariais desde que, apresente provas documentais e/ou testemunhais.

DENÚNCIA

Grupos corporativos sem nenhum compromisso com a  saúde da população na ânsia de arrecadar mais dinheiro das anuidades estão obrigando chefes de recursos humanos a demitir os colaboradores de Imobilização ortopédica na tentativa de criar reserva de mercado para enfermagem,mesmo sabendo que o gesso não faz parte da grade curricular dos cursos de Enfermagem e os sérios riscos que poderão decorrer deste ilícito para o paciente.

O curso que habilita qualquer pessoa a realizar imobilizações ortopédicas é o curso de 1200 horas o qual já é reconhecido pela Secretaria Estadual de Educação.

Nenhuma especialização poderia proporcionar o conhecimento que o curso de 1200 horas oferece. Salientamos que, a revogação da resolução 279/03 gerou um espaço de dúvidas,não qualificou a Enfermagem para Imobilizações Ortopédicas,quem revogou não assume os riscos decorrentes de imperícia por inabilitação técnica e nem responde  qual a punição do infrator em caso de seqüelas do paciente por imperícia? Como é de praxe o profissional de Enfermagem que realizou o procedimento, responderá judicialmente, omitindo-se os verdadeiros culpados.

Astego